gallery/toppronta

Miyagi Chojun Sensei 
(1888-1953)


O Mestre Miyagi Chojun nasceu em 25 de abril de 1888, em Naha, cidade da Província de Okinawa, uma das várias Ilhas do arquipélago de Ryu-kyu, ao sul do Japão. Aos catorze anos iniciou seus treinamentos em Naha-Te com o Mestre Higaonna Kanryo. Em 1905, após treinar durante três anos com o Mestre Haigaonna, Miyagi Chojun resolve seguir os passos de seu Mestre e vai para a China aperfeiçoar suas técnicas e ampliar seus estudos. Nesta época, era comum cidadãos Okinawanos viajarem à China para comercializar produtos. Esta primeira viagem tem a duração de três anos e Miyagi Chojun retorna à Okinawa para cumprir suas obrigações militares, que por lei, todo cidadão de dezessete a quarenta anos deveria se alistar no serviço militar. Em 1609 o clã de Satsuma invadiu a Ilha de Okinawa, impondo-lhe algumas leis e em 1879 a Ilha de Okinawa passou a ser oficialmente uma Província do Japão. Em 1890 o Japão impôs a lei de serviço militar a Okinawa a todo cidadão de sexo masculino de dezessete a quarenta anos. 
Mestre Miyagi Chojun retorna a China para aperfeiçoar seus estudos nas artes marciais na Província de Fujian (Fukuken em japonês) onde ele ao mesmo tempo em que treinava os métodos chineses de combate, pesquisava os manuscritos antigos de combate desarmado. Este período de treinamento durou dois anos, de 1915 a 1917.
Retornando à Ilha de Okinawa, o Mestre Miyagi Chojun, compilou suas técnicas aprendidas com o Naha-Te com as técnicas aprendidas na China e estruturou de forma científica os métodos de aquecimento e exercícios auxiliares, incorporando o Ibuki na prática de sua arte. Para dar ênfase à importância do desenvolvimento interior, Mestre Miyagi Chojun, organizou e compilou os métodos de treinamento para aperfeiçoamento do caráter, dando o nome de Goju-ryu à sua arte.
O nome Goju-ryu (estilo Forte e Suave) vem do antigo texto chinês: Wu Pei Chih (Bubishi em japonês), precisamente o nome vem de um dos oito versos relativos ao combate desarmado: A Lei Universal engole e expele o Forte e Suave. 
O Mestre Miyagi Chojun ensinou karate-do em locais como a Centro de Treinamento da Polícia de Okinawa, Escola Municipal de Comércio de Naha, Escola Normal de Okinawa e Centro de Treinamento Popular de Okinawa. Em 1929 o Mestre foi ao Japão, a convite dos Departamentos de Karate da Universidade Imperial de Kyoto, Universidade de Kansai e Universidade de Ritsumeikan. Este foi o primórdio da difusão do estilo Goju-ryu por todo o Japão. Foi nesta época que o Mestre Yamaguchi Gogen conheceu o Mestre Miyagi Chojun.

Conheça os MESTRES

Gogen Yamaguchi Sensei
(1909-1989)


Gogen Yamaguchi nasceu em 20 de janeiro de 1909 na cidade Kagoshina ao sul de Kyushu. Ainda jovem, começou a treinar o tradicional estilo de kenjutsu de Satsuma samurai, jigen-ryu, judo, e Karatê com um carpinteiro chamado Sr. Murata, um experiente karateca de Okinawa. Murara Sensei impressionou-se com o jovem Yamaguchi devido sua atitude séria, e boa vontade para o treinamento severo. Ensinou tudo o que sabia de Goju-Ryu a Gogen. Foi nesta época que Yamaguchi recebeu a alcunha de Gogen (que signifca Severo, Ríspido), pois, este não era, de fato, seu verdadeiro nome. Em 1931, começou a treinar com mestre Chojun Miyagi. E Miyagi, então, nomeou Gogen Yamaguchi como seu sucessor na escola Goju do Japão. Gogen Yamaguchi foi o fundador da IKGA, e teve muito sucesso em unir todas as escolas de karatê do Japão numa instituição única que resultou na formação da Federation of All Karate-Do Organization (FAJKO), em 1964. A Kokusai Budo Renmei International Martial Arts Federation do Japão, entidade cujo dirigente é o Príncipe Higashikuni, da família Imperial Japonesa nomeou Mestre Gogen Yamaguchi Shihan da divisão das organizações de karatê. Nunca antes um homem simples recebera tão importante reconhecimento pelo desenvolvimento e propagação do Karatê-Do. Yamaguchi morreu em 1989.

Yamaguchi Hirofumi Goshi Sensei
Saiko Shihan-Hanshi 8º Dan

Mestre Yamaguchi Goshi, nasceu em Shinjing, na Manchúria em 28 de Setembro de 1942, terceiro filho do fundador Yamaguchi Gogen. 
Iniciou seus treinamentos de Karate-do Goju-ryu em 1951, aos oito anos, no Senzoku Dojo, em Asakusa. Recebeu seu 1º Dan em 1957 e o 2º Dan em 1959. Em 1962 recebeu o 3º Dan e tornou-se instrutor. 
Em 1963 Mestre Yamaguchi Goshi entrou para a Universidade do Japão (Nihon Daigaku), especializando-se em cinema, no departamento de artes. Nesta época, aproveitando a oportunidade, foi aos Estados Unidos para ensinar Karate-do Goju-ryu em um Dojo filial por um ano. 
Retornando ao Japão, ensinou karate-do Goju-ryu em diversos Dojos. Em 1969 se formou na Universidade e tornou-se Shihan em tempo integral, com o propósito de promover e desenvolver o Karate-do Goju-ryu. 
Mestre Yamaguchi Goshi tem visitado e ensinado, promovendo o karate-do Goju-ryu, em mais de quarenta países, não apenas como instrutor e representante da IKGA (International Karate-do Goju-kai Association), mas também pela JKF (Japan Karate-do Federation), pela Tokyo Karate-do Federation e também como árbitro internacional. 
Após o falecimento de seu pai em 1989, em 1990 Mestre Yamaguchi Goshi foi convidado a presidir as duas entidades: IKGA (International Karate-do Goju-kai Association) e a JKGA (Japan Karate-do Goju-kai Association), recebendo o título de Saiko-Shihan.
Sempre preocupado em difundir o Karate-do Goju-ryu de forma correta, Saiko-Shihan Yamaguchi Goshi, faz diversos seminários todos os anos ao redor do mundo. Esteve recentemente na América do Sul, na ocasião do Campeonato Sul-Americano, no Uruguai, em outubro de 2010 para prestigiar o evento e também para promover um seminário de dois dias. A IKGA-Brasil se fez presente através de seu representante, o Renshi Luiz Kotsubo e seus filiados.

Ryuzo Watanabe 
(1923 - 1998)


Hanshi Ryuzo Watanabe sua história se confunde com o próprio Goju-Ryu no Brasil, nasceu em Fukushima, Japão em 29 de Janeiro de 1.923. Saiu do Japão, com seus familiares em Dezembro de 1.929, como passageiros em um navio cargueiro, desembarcou no Brasil em 07 de Fevereiro de 1.930.
Bem cedo foi atraído pelas artes marciais, começou a praticar jiu-jitsu, Kendo e Judô, além de suas ocupações na lavoura e como caminhoneiro. Porém, foi só aos 37 anos que encontrou no karate a arte que modificaria o sentido de sua vida. Não foi tão fácil, entretanto seu acesso a essa prática. Tentou um contato com Mestre Harada, de São Paulo, e conseguiu treinar com Mestre Seichi Akamine. Procurou a Associação Brasileira de Karate que por ser, na época, uma organização muito fechada não lhe permitiu acesso imediato. Foi através de um empregado seu, chamado Haishi, no entanto que pode penetrar naquele local, para um primeiro treino, inusitadamente vestindo camiseta e calça de linho. Passaria, daí em diante, a praticar seis exaustivas horas por dia com toda a dedicação de que era capaz e indiferente a opiniões alheias.
Coincidentemente, nesta ocasião a I.K.G.A. (Japão), procurava expandir-se na América do Sul, fundando uma base de atuação, e a partir do Brasil representar o estilo Goju-Ryu nos 13 países do eixo sulamericano. Foi através de uma visita do Mestre Doi à nossa terra que Sensei Watanabe recebeu a determinação de tomar o cargo de Diretor da Sucursal por nomeação direta do Grande Mestre Gogen Yamaguchi do Japão.
Foi assim que, em 1.963, Sensei Watanabe se tornava diretor da Associação Brasileira de karate, em 1964, Vice-Presidente e em 1965 tomava posse na Presidência da Associação Cultural de Karate. Sensei Watanabe foi também presidente da U.K.G.B. (União de Karatê-Dô Goju-Ryu do Brasil) e U.S.K.G. (União Sul-americana de Karatê-Dô Goju-Ryu) e Vice-Presidente da I.K.G.A. (International Karate-do Goju-Kai Association).
A Goju-Ryu, entretanto, começou definitivamente em São Paulo a 15 de setembro de 1.975, quando o Hanshi Watanabe, foi oficialmente nomeado pelo Mestre Gogen Yamaguchi. A partir desta data, começou a sua dedicação ao estilo Goju Ryu, criando pólos de desenvolvimentos em todos os Estados Brasileiros e vários países da América do Sul.
O Hanshi Ryuzo Watanabe, a partir de então, dedicou praticamente toda sua vida ao Karate Goju Ryu da (I.K.G.A.) promovendo eventos ou tarefas que beneficiassem seu estilo, seja com sua técnica apurada, portador de um carisma invejável, por onde passava conquistava seguidores, a extrema sensibilidade mais a imaginação e a intuição, juntaram-se a motivação, simplicidade e a amizade para romper os laços que uniram o espírito à realidade. mesmo com idade avançada e doente (sem que a maioria de seus filiados soubessem), sempre dava o exemplo, sendo o primeiro a chegar e o último a sair em todos os eventos da Goju-Ryu.

Hanshi Ryuzo Watanabe faleceu em 5 de dezembro de 1.998.
9o DAN - 05/12/1999 - IKGA

Shihan Luiz Antonio Kotsubo
6º Dan - Representante da IKGA no Brasil

Luiz Antonio de Araújo Kotsubo, nasceu no dia 20 de junho de 1956 na cidade de Valença RJ, filho de Mitsul Kotsubo e Rachel de Araújo Kotsubo, tem três filhos: Thiago Studart Kotsubo, João Studart Kotsubo e Luiza Marim Kotsubo, formou-se engenharia civil, sua primeira profissão foi como professor de karate e atualmente trabalha no Estado do Rio de Janeiro/RJ.
Seu primeiro contato com as artes marciais foi na modalidade de Jyu Jitsu. Quando em uma revista francesa especializada em jiu jitsu lia uma reportagem sobre judo, deparou-se com outra matéria sobre o Gran mestre do karate Goju Ryu, Gogen Yamaguchi, com o título de ?the cat?, ficou totalmente impressionado com o pôster deste lendário mestre pela sua postura perfeita e o seu olhar que descreveu como acolhedor e ameaçador ao mesmo tempo. Neste momento iniciou a busca por um Dojo e um professor que pudesse auxiliá-lo na prática desta arte.
Iniciou a prática do karate com o professor Marcelo Arantes, membro da ABK, que futuramente se tornaria fundador e primeiro presidente da CBK ? Confederação Brasileira de Karate. Em 1974, Mestre Kotsubo teria seu primeiro contato com a ABK, presidida pelo mestre Ryuzo Watanabe, quando começou a sua preparação para prestar exame para faixa preta ? Sho Dan com treinamentos contínuos realizados na rua da Tabatinguera, em todos últimos domingos de cada mês ao lado dos professores Paulo Nakaema e Pedro Yokote.
Em 1977, mestre Watanabe visitou o dojo do Mestre Kotsubo em Valença, e pela sua surpresa, mestre Watanabe conhecia bem Valença-RJ, pois tinha trabalhado como caminhoneiro na construção da rodovia de Valença a Barra do Piraí.
Em 1994 mestre Watanabe nomeou o mestre Kotsubo como representante Estadual do Karate Goju Ryu para o Rio de Janeiro, ficando assim responsável pela recepção e organização do seminário internacional ministrado pelo Gran mestre Goshi Yamaguchi no ano de 1995. 
Atuou como atleta conquistando diversos títulos: 1º Colocado em Jyu Kumite absoluto de faixa branca a marron, no Campeonato Brasileiro da Goju Kai em São Bernardo do Campo em 1976 ? SP, 3º colocado em Kata no Sul-americano da Goju kai em São Paulo 1983 (Ibirapuera), 3º Lugar no Sul-americano da Goju Kai em Cubatão-SP 1992, Campeão Brasileiro da Interestilos em São Gonçalo 1992 e 3º colocado em kata no Estadual Carioca 1992 seletivo para nacional WKF.
Em 2007, mestre Kotsubo iniciou um trabalho de reestruturação da IKGA no Brasil, com o objetivo de apresentar uma sólida proposta ao Gran Mestre da Goju Kai, Saiko Shihan Goshi Yamaguchi, durante o seminário do Bloco Sul-americano. Durante o congresso Sul-americano de 2007, na cidade de Santiago no Chile, com a presença dos representantes sul-americanos e professores do Brasil mestre Goshi Yamaguchi outorga a representação oficial e o titulo de Renshi ao mestre Luiz Kotsubo.

gallery/chojunmiyagi
gallery/gogen
gallery/saikoshihangoshi
gallery/ryuzo watanabe
gallery/kotsubo